Imprimir Fechar
Braso Oficial
Prefeito decreta Luto Oficial por três dias

Notícias

Prefeito decreta Luto Oficial por três dias

A passagem de Marcos Juchem, vereador na primeira e segunda legislaturas, faleceu domingo, aos 98
   

Na manhã desta segunda-feira, o prefeito Fábio Persch decretou luto oficial por três dias em Bom Princípio por conta do falecimento do vereador de dois mandatos, Marcos Juchem. 
De acordo com Persch, a história perde um grande ícone, pois, de geração em geração contava-se, em Bom Princípio, fatos do qual Marcos era protagonista. "Como prefeito decreto o luto oficial em respeito ao passado deste senhor, quase centenário, que soube, como poucos compreender as necessidades do povo", destacou o prefeito Persch.
De acordo com o vice-prefeito Joãozinho Weschenfelder, Marcos era um grande entusiasta, que, mesmo distante da vida pública se envolvia com as comunidades, ajudando, também financeiramente, quem precisasse de algo.

Fica decretado, por três dias, portanto até a noite de quarta, o luto oficial em Bom Princípio, estando as bandeiras a meio mastro em sinal de respeito ao vereador da pioneiro nesta terra.

HISTÓRICO de Marcos Juchem

Nascido em 19 de novembro de 1920, Marcos Juchem fez da vida pública parte do seu dia a dia, desta forma, construiu sociedade, antes mesmo de ser sonhada a emancipação de Bom Princípio.

Marcos e Adela Juchem casaram-se em 3 de fevereiro de 1944, em Bom Princípio, sendo esta a união de um agricultor e uma professora. Marcos Juchem aceitou o convite feito por familiares da esposa e deixou a casa no Bom Fim, onde eles moravam, e se mudou para Santa Terezinha, trabalhando por um ano em um alambique.

Mas a arte de fazer cachaça não o encantava, pois o que ele queria mesmo era andar de caminhão. Há mais de 60 anos, seu Marcos, fez a sua carteira de motorista, em Porto Alegre, e comprou um caminhão, e mais outro, e mais outro, passando a fazer fretes pelo Brasil.

Sua esposa, então, começou a se dedicar aos filhos que logo vieram.

 No total foram 13 – Arno (já falecido), Elisabetha, Francisco, Gertrudes, Jorge, Marcos Jr. (que é frei Carmelita), Arnaldo, Anísia, Joana, Amandio, Marcantonio, Meri e Felipe.

Os anos se passaram, vieram 23 netos e hoje são 20 bisnetos.

A família cresceu em tamanho e importância, pois a história dos Juchem não estava mais ligada apenas ao patriarca.

Antes mesmo de se tornar vereador, Marcos, era líder comunitário, ajudando às famílias, tanto no transporte de mercadorias, afinal, tinha veículo, sendo, muitas vezes, a pessoa a levar alguma notícia a quem vivia em lugar mais remoto. Também auxiliava as pessoas em suas necessidades, como por exemplo, solicitando aos entes públicos a instalação de redes de energia elétrica, dando novas possibilidades às famílias antes não atendidas.

Marcos Juchem, que iniciou na política a convite do cunhado Heitor Selbach, foi duas vezes o vereador mais votado de São Sebastião do Caí (1968 e 1976). Depois se elegeu também edil em Bom Princípio (1982 e 1988), sempre com expressivas votações. Assim sendo, nas duas primeiras legislaturas de Bom Princípio foi vereador, confirmando a sua importância na comunidade, fazendo jus ao valor histórico que tinha. Seu legado político teve continuidade com o filho Marcantonio, que foi vereador na mesma câmara onde o pai se destacou.

Em maio deste ano, Marcos, representado pelo filho Arnaldo, foi homenageado no legislativo de Bom Princípio por ter sido um dos pioneiros na Câmara, desbravando o universo das leis, algo que já conhecia desde os tempos de São Sebastião do Caí.

Marcos, faleceu domingo, dia 18 de agosto de 2019, aos 98 anos, sendo parte viva da história local.

Publicado: 19/08/2019
Créditos: Alex Steffen

Acessibilidade


Para navegação via teclado,
utilize a combinação
ALT + TECLA DE ATALHO