Imprimir Fechar
Braso Oficial
Município irá retomar prédio usado pela UCS

Notícias

Município irá retomar prédio usado pela UCS

Liminar Judicial deu à Universidade 30 dias para que o prédio volte à prefeitura
   

Quando construído o grande prédio junto à rua Adolíbio Seibel projetava uma EMEI para mais de 400 crianças, sendo um sonho da então prefeita Ilda Ost. Mas, depois de algum tempo, com uma proposta da Universidade de Caxias do Sul para a implantação de um instituto tecnológico o prédio, acabou sendo cedido para a UCS, com o aval do legislativo de Bom Princípio. Contudo o projeto pouco retorno trazia ao município e a demanda por vagas na EMEI só fazia crescer, de modo que, mesmo que com novos prédios, havia restavam filas de espera. Assim, em 2017 iniciaram as conversações para retomada do prédio. O assunto evoluiu e uma comissão foi formada, sob a presidência de Vanessa Fribel de Quadros Steffen, estudando o assunto e buscando o retorno do prédio para o erário público. Na tarde de terça, dia 3, a juíza de Direito Carolina Ertel Weirich emitiu Liminar de Reintegração de Posse ao município, dando à UCS 30 dias para desocupar o espaço.
Na manhã de hoje, quarta, dia 4, toda a comissão que se mobilizou para que o prédio voltasse ao município foi comunicada, em reunião no Gabinete do Prefeito, para depois, em coletiva de imprensa, Fábio Persch, prefeito municipal e Joãozinho Weschenfelder, vice-prefeito, fizeram o anúncio oficial da retomada do prédio. A finalidade possível é a implantação da projetada EMEI, todavia, haverá estudos de impacto financeiro e realidade estrutural do prédio. "Não há litígio da nossa parte com a UCS, queremos manter a boa relação com a universidade e buscar algo vantajoso para ambos", destacou o prefeito Fábio Persch.
"Para nós isso é um dia histórico. 4 de março de 2020 ficará marcado pela retomada de um projeto em favor da nossa comunidade e de nossas crianças", citou o vice-prefeito Joãozinho Weschenfelder.
De acordo com a decisão o município não precisará dispender recursos para ressarcir a universidade, já que ela usou do prédio por longo período sem fazer o pagamento de aluguel ou algo do tipo.
A secretária de educação, Vanessa Fribel de Quadros Steffen, a frente da comissão e também falando por sua pasta, comemorou a decisão judicial e pediu cautela, comprometimento e carinho ao tratar do assunto. "Não será de uma hora para a outra que tomaremos as decisões sobre o que fazer com o prédio. É provável que seja implantada ali uma grande EMEI, sim, mas não sabemos ainda o que teremos de impacto financeiro para adequar aquele espaço que tinha por vários anos outra finalidade. Vamos fazer o estudo por 90 dias e junto com a secretaria de finanças buscar um projeto viável", mencionou a secretária, lembrando que a fila de espera para as EMEIs existe, mas que com a abertura de vagas na comunidade de Bom Fim Alto, o número de crianças que espera por vagas foi consideravelmente reduzido. "Lá pela metade do ano ou pouco mais adiante, a fila voltará a existir, pois sempre há novas crianças que carecem das vagas, em especial aqui no centro. Buscamos soluções definitivas para as EMEIs e a retomada deste prédio nos possibilita um projeto futuro, não apenas imediatista", citou a secretária.
Vereadores e entidades presentes ao ato também apoiaram a retomada do prédio finalizando a coletiva com aplausos.
"Não estamos falando em acertos ou erros do passado, mas projetando um futuro melhor, e a retomada do prédio era algo muito importante para Bom Princípio", finalizou o prefeito Fábio Persch agradecendo o empenho de toda a comissão e o comprometimento da imprensa em divulgar o fato amplamente positivo para Bom Princípio.

Publicado: 04/03/2020
Créditos: Alex Steffen

Acessibilidade


Para navegação via teclado,
utilize a combinação
ALT + TECLA DE ATALHO